Câncer de mama deve gerar mais de 66 mil novos casos em 2021; diagnóstico precoce continua essencial

Desde 2020 a pandemia do Coronavírus foi responsável por reprimir demandas, ainda que temporariamente, em diferentes âmbitos da Saúde. Dados indicam que a quantidade de procedimentos com finalidade diagnóstica feitos no Sistema Único de Saúde (SUS) caiu 20% no ano passado, segundo o Ministério da Saúde. Isso inclui exames como a colonoscopia, preventivos ginecológicos, eContinuar lendo “Câncer de mama deve gerar mais de 66 mil novos casos em 2021; diagnóstico precoce continua essencial”