Sociedade Goiana de Pediatria promove ações educativas sobre amamentação

Da Redação

Focada no papel de disseminar conhecimento entre a comunidade, a SGP (Sociedade Goiana de Pediatria) programou uma série de ações gratuitas que marcam a Semana Mundial de Aleitamento Materno, realizada entre 1º a 7, e que integram as celebrações do Agosto Dourado. Em 2022, além de reforçar o valor da amamentação nos primeiros meses de vida, a campanha pretende enfatizar a importância de uma rede de apoio para o fortalecimento do aleitamento materno. O  lema escolhido é “Fortalecendo a amamentação: educando e apoiando”. O mês será de orientações e instruções por meio de campanhas nas redes sociais, lives e participação em eventos da Secretaria Estadual de Saúde.

Durante a ação virtual, serão abordados diversos temas como os impactos da alimentação da mãe para o bebê, mastite, fissura na mama e crendices populares. A programação também vai destacar os desafios a serem vencidos para que as lactantes tenham melhores condições para amamentar. Além da programação virtual, uma roda de conversa com o público está agendada para o dia 02 de agosto, na Unidade Básica de Saúde do Setor São Carlos, em Goiânia.

Integrante do Departamento de Aleitamento Materno da SGP, a pediatra Simone Ramos sustenta que o ato de amamentar deve cada vez mais deixar de ser uma tarefa exclusiva da mãe para se tornar uma questão de responsabilidade coletiva. “Biologicamente essa função é da mulher. Mas todos precisam estar envolvidos em oferecer condições para que a lactante amamente com qualidade o bebê. Essa consciência precisa estar presente na família, no trabalho, na escola e em qualquer outro local. É um assunto de saúde pública.” A especialista é enfática ao ao dizer que “para essa rede de apoio se formar, ainda é preciso educação e mobilização em diversos setores da sociedade”. 

Desafios

Apesar de a amamentação ser amplamente recomendada, dados do Enani-2019 (Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil), encomendado pelo Ministério da Saúde, mostram que menos da metade das crianças recebe exclusivamente o leite materno até os seis meses de vida. Os impactos são perceptíveis ao longo da vida adulta. Ainda segundo o Enani, 10% das crianças menores de cinco anos possuem quadros de sobrepeso. 

A mesma pesquisa revela ainda que mesmo que o leite materno não seja o alimento exclusivo em muitos casos, ainda assim as taxas de aleitamento vêm crescendo. Metade das crianças brasileiras são amamentadas por mais de 1 ano e 4 meses. Simone Ramos reconhece os avanços, mas reforça que ainda faltam informações aos pais. “São várias as dificuldades relatadas. É comum a família achar que o leite materno é insuficiente e fraco, ou então a mãe ter dificuldade na pega e acabar desistindo.” 

Benefícios do aleitamento materno 

Além de aumentar o laço afetivo entre mãe e filho, o leite materno dado ao bebê após o parto faz o útero voltar ao tamanho normal mais rápido e diminui o sangramento, prevenindo a anemia materna e reduzindo o risco de câncer de mama e ovários. 

Ao ser amamentada, a criança é protegida contra doenças, tem a formação incorreta dos dentes e problemas na fala prevenidos e obtém melhor desenvolvimento e crescimento. Um outro bônus é que além de ser um alimento completo, o leite materno dispensa água ou outras comidas até os seis primeiros meses de vida do bebê.

Sobre a Semana Mundial de Aleitamento Materno e Agosto Dourado

A campanha envolvendo a Semana Mundial de Aleitamento Materno e o Agosto Dourado é coordenada no país pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) com o apoio das afiliadas regionais (no caso de Goiás, a SGP).

Programação de lives, às 20h

  • 03/08: Impactos da alimentação da mãe lactante para o bebê
  • 10/08: Palpites de vó na amamentação
  • 17/08: Mastite, fissura na mama e outros desafios da amamentação
  • 18/08: Evento on-line das filiadas do Centro-Oeste sobre mitos e verdades na amamentação 
  • 24/08: Vacinação e amamentação: o que a família precisa saber? 
  • Local: Instagram @sociedadegoianadepediatria  

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s