“Junho 2013 – O Começo do Avesso”, série exclusiva do Canal Brasil, estreia nesta segunda

Da Redação

O Canal Brasil lança nesta segunda-feira (13), a partir das 22h, uma nova série exclusiva: “Junho 2013 — O Começo do Avesso”, dirigida e idealizada pelo jornalista e documentarista Paulo Markun e pela socióloga Angela Alonso. A produção traz um panorama sobre as diversas manifestações que aconteceram em junho de 2013 no Brasil e que levaram mais de um milhão de pessoas às ruas nas principais capitais do país. A série mostra quais foram as motivações, o papel da mídia, os principais grupos participantes e suas divergências de ideias, o processo de repressão policial e os desdobramentos que ainda são refletidos até hoje.

Buscando entender as questões que envolveram esse momento do Brasil, que começou com reivindicações contrárias ao aumento do preço das passagens nos transportes públicos, Paulo e Angela trazem em seis episódios (2 episódios em sequência serão exibidos nos dias 13, 20 e 27 de junho) entrevistas e relatos de membros do Movimento Passe Livre, líderes das passeatas realizadas em São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Salvador e Brasília, além de prefeitos e autoridades policiais dessas capitais. Na lista de personagens entrevistados, estão nomes como Fernando Haddad, Carla Zambelli, Eduardo Paes, Pablo Capilé (ativista político), entre outros, que são peças fundamentais para entender o quebra-cabeça que as manifestações causaram no Brasil. A série conta ainda com imagens das ruas lotadas, registros sem cortes e informações diferenciadas sobre esse período da história brasileira contemporânea.

No primeiro episódio, intitulado “Inspirações”, a série mostra algumas manifestações populares internacionais, como Seattle, Primavera Árabe, Occupy Wall Street, Los Indignados, entre outras. E aborda também o contexto histórico de 2013, a Copa das Confederações e a repressão desproporcional aos manifestantes que tomaram as ruas. O segundo episódio, “Atores”, revela as pessoas que estavam por trás desses movimentos e o que reivindicavam.

No terceiro, “Mídias e Táticas”, Paulo e Angela discutem a dificuldade da mídia tradicional de entender as manifestações e o auge da mídia alternativa. O quarto episódio, cujo título é “Violências”, mostra as atitudes de ativistas que faziam parte da “Black Bloc” (tática de ação direta, de corte anarquista, empreendida por grupos de afinidade que se reúnem, mascarados e vestidos de preto para protestar em manifestações de rua) e a repressão policial nos protestos. Os confrontos produziram controvérsias e indignação e levaram ainda mais gente para as ruas.

A pauta do quinto episódio (“Pautas”) vai desde o aumento de 20 centavos até o absurdo da tomada de três pinos, demonstrando os inúmeros motivos dos protestos de 2013. Por fim, o sexto e último episódio, intitulado “Desdobramentos”, traz uma reflexão ampla sobre as manifestações que desnortearam os políticos e mexeram com os brasileiros. Depois de alguns anos e sem movimentos parecidos, a série procura responder à seguinte pergunta: afinal, qual é o saldo de junho de 2013?

“Junho 2013 – O Começo do Avesso” contou com produção da Arapy Produções e recursos do Fundo Setorial do Audiovisual.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s