Encontrada mais uma vítima da tragédia de Brumadinho

Após 1.230 dias de espera, o Instituto Médico Legal (IML) de Minas Gerais identificou nesta terça-feira (07), mais uma vítima do rompimento da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho.

Olímpio Gomes Pinto, de 56 anos, era auxiliar de sondagem e trabalhava para uma empresa terceirizada que prestava serviços à mineradora Vale. Natural de Caeté, Minas Gerais, ele morava em Brumadinho e era conhecido carinhosamente como Licão.

A Associação dos Familiares de Vítimas e Atingidos pelo Rompimento da Barragem Mina Córrego do Feijão (AVABRUM) emitiu nota em que se “solidariza com todos os familiares de Olímpio, que agora podem ter algum alívio na sua dor.”

A tragédia na barragem da Vale deixou 272 vítimas fatais e milhares de familiares em luto. Quatro vítimas ainda não foram encontradas. “Para nós, familiares das vítimas, só será possível paz e alento após os corpos de Cristiane Antunes Campos, Maria de Lurdes da Costa Bueno, Nathalia de Oliveira Porto Araújo e Tadeu Mendes da Silva serem localizados e identificados. Reforçamos ainda a importância de as famílias serem as primeiras a receber a informação sobre o encontro”, diz a nota.

A associação que reúne os familiares cobra, ainda, o julgamento dos responsáveis pelo rompimento da barragem. “Também continuamos a nossa luta por justiça, para que os responsáveis por este crime sejam julgados o mais breve possível e pela Justiça de Minas Gerais, como determinou ontem o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal. Queremos o júri popular em Brumadinho”, diz o documento.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s