6 dicas e curiosidades para quem vai prestar o Enem

Da Redação

Dedicação, planejamento e foco. No vocabulário do vestibulando, essas palavras são essenciais para quem está se organizando para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Planejar-se com antecedência, criar um cronograma de estudos e, principalmente, usar o tempo disponível a seu favor são passos essenciais para todo estudante que quer um bom desempenho na avaliação.

No intuito de ajudar o vestibulando, Lucas Seco, diretor do Colégio Anglo Chácara Santo Antônio, separou algumas dicas para ajudar os jovens a criarem bons hábitos de estudos que rendam o ano inteiro. Confira a seguir.

Comece pelas matérias que sente maior afinidade

Começar pelas matérias que têm dificuldade pode causar um bloqueio ou estranhamento. Pensando nisso, Seco recomenda que os estudantes comecem pelos assuntos que têm maior afinidade. “Desta forma, ele pode encontrar prazer em estudar e mantê-lo”, explica.

Vá aos poucos

Programe-se para estudar todos os dias. De fato, cumprir esse objetivo é uma dificuldade recorrente entre os estudantes, pois esse hábito leva tempo e esforço para ser mantido. Mas o diretor ressalta que o estudo é um exercício: “Um maratonista não corre 42 quilômetros do dia para a noite, isso exige treinamento. Nos estudos, acontece algo similar. No início, o jovem pode reservar uma hora de seu dia para revisitar aquilo que foi passado durante as aulas, fazer as tarefas e, pouco a pouco, ir aumentado a carga de estudo diária.”

Refaça as avaliações

As avaliações têm um papel que vai muito além de compor a nota média no boletim e determinar aprovações. Elas servem como um diagnóstico para estudantes, pois permitem a observação de em quais assuntos há deficiências de aprendizado, prevenindo que o estudante cometa os mesmos erros.

Não deixe de lado as atividades de lazer

Uma crença que atrapalha a construção de uma rotina de estudos saudável e eficiente é a de que para ter alto rendimento é preciso abrir mão de hobbies, tempo com amigos e boas noites de sono. Seco reforça que sem um corpo e mente sãos o estudo deixa de trazer resultados. “Uma mudança na rotina é necessária, mas ela não pode ser drástica. O estudo deve ser adicionado ao dia a dia de maneira equilibrada. Uma estratégia é se dedicar às tarefas escolares e revisão de conteúdos primeiro e depois estar livre para atividades de lazer.”

Estude com propósito

Por fim, o estudo não pode ser vazio de significados. Olhar para uma rotina de estudos com propósito e para além de “passar de ano” faz toda diferença. Dedicar-se ao conhecimento traz diversas oportunidades profissionais e culturais, realiza sonhos e amplia a visão de mundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s