Goiânia está no radar dos investidores em serviços automotivos

Escolher uma região do país para empreender é um passo fundamental para que seja feita uma escolha assertiva e que alcance grandes coisas no futuro. Atualmente, o franchising é um dos negócios mais procurados por novos investidores, pelo fato de ser uma opção segura e que poderá gerar uma maior garantia de lucros. E a alta procura por esse modelo de investimento, tem refletido na região Centro-Oeste do Brasil.

Segundo o levantamento da Associação Brasileira de Franchising (ABF), o faturamento da região Centro-Oeste foi maior do que a média nacional. No Brasil o faturamento médio aumentou em 10,7% no ano passado, já o da região central do país aumentou em 14,4% no mesmo ano.

Ainda de acordo com os dados da ABF, o faturamento das franquias no Centro-Oeste em 2021 foi de R$ 16,8 bilhões, já no ano de 2020 esse faturamento foi de R$ 14,7 bilhões. Quando comparamos com o ano de 2019, antes de começar a pandemia, também percebemos um aumento no setor, já que naquele ano o valor arrecadado foi de R$ 15,8 bilhões.

Outro dado importante levantado pela ABF sobre a região é no aumento no número de unidades. No ano passado a região Centro-Oeste registrou 15.171 unidades, um aumento de 9,4%, comparado a 2020 que tinha 13.874 franquias. Esse aumento é ainda mais relevante quando comparamos com o ano pré-pandemia, que na época registrou 13.536 unidades.

Para quem planeja investir nessa região do Brasil é importante analisar os serviços e uma das modalidades que está em ascensão é o de serviços automotivos. O levantamento da ABF mostra que esse tipo de negócio teve uma recuperação de 1,9% no país em 2021.

Além disso, outro fator importante para levar em consideração na hora de investir nesse ramo, é que segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o Brasil conta com mais de 107 milhões de veículos. Somente o Centro-Oeste possui mais de 9 milhões, de acordo com o último levantamento do órgão.

Avanço das franquias de serviço automotivo para o Centro-Oeste

É possível ter uma noção do tamanho do mercado automotivo na região central do Brasil através do seu faturamento no último ano. A ABF divulgou que somente no ano de 2021, as franquias de serviços automotivos faturaram mais de R$ 469 milhões.

A franquia Zaplus Car – distribuidora de produtos para estética automotiva – que nasceu em Belo Horizonte-MG, vê com bons olhos a região Centro-Oeste do país e já começa a se planejar para uma futura expansão para o local.

De acordo com o diretor executivo da rede, Rafael Mol, as cidades já estão sendo mapeadas e acompanhadas de perto para que iniciem o empreendimento muito em breve. “Por enquanto, nós estamos programando para abrir unidades em quatro capitais da região Centro-Oeste, sendo elas Cuiabá-MT, Campo Grande-MS, Goiânia-GO e Brasília-DF.”

Mercado automotivo no Centro-Oeste

A região Centro-Oeste tem como uma das suas principais características ser a segunda maior do país em extensão territorial. Porém, também é importante destacar que ela é a com menos população, fazendo com que as capitais chamem mais atenção dos possíveis investidores.

“Por esse motivo o interesse está direcionado para as capitais, cabendo a cada 600 mil habitantes uma loja e sempre respeitando um raio de atuação para que não haja a concorrência entre unidades e, também, com a intenção de que o raio de atuação seja ampliado ou atenda as cidades vizinhas”, explica o diretor executivo da Zaplus Car.

Além disso, Mol conta que não só o Centro-Oeste, mas todo o mercado brasileiro ainda é extremamente carente de fornecedores como a Zaplus Car. “Por isso, existe uma grande oportunidade para os franqueados que garantirem essas cidades da região Centro-Oeste, pois irá limitar a entrada de novas unidades quando for alcançado o limite de cada região.”

Modelos de negócio para a região

A Zaplus Car oferece a opção do seu franqueado escolher entre dois modelos de negócio, sendo eles o Standard e o Prime. Segundo Rafael, o modelo Standard tem um investimento inicial menor do que o Prime. 

“No Standard solicitamos um investimento inicial a partir de R$ 180 mil, sendo incluso taxa de franquia, capital de giro, taxa de instalação e estoque inicial. Nesse formato, a estrutura para instalação da unidade varia de 40 a 70 metros quadrados. O faturamento bruto médio mensal pode chegar entre R$ 100 mil a R$ 200 mil, dependendo do desempenho do franqueado”, conta Mol.

Já o modelo Prime é mais robusto, com isso, irá precisar de um investimento maior. “É necessário investimento inicial a partir de R$ 395.752 (incluso taxa de franquia + capital de giro + taxa de instalação e estoque inicial). Requer um espaço entre 200 e 300 metros quadrados, para ter uma área reservada onde a unidade possa oferecer cursos e workshops. Além da comercialização de produtos da franquia, o franqueado também pode ganhar dinheiro com os treinamentos. O faturamento bruto fica entre R$ 200 mil a R$ 400 mil”, detalha Rafael.

É importante ressaltar que, para os dois modelos o lucro líquido é de 12%, além disso o prazo de retorno é estimado em até 24 meses. Sendo que para aumentar o poder de venda, a rede estimula os franqueados a fazerem parcerias com lava a jato, locadoras de veículos e também empresas com frotas.

Rafael explica que o empreendedor que queira investir em uma unidade da Zaplus Car na região Centro-Oeste pode optar por qualquer um dos dois modelos, porém, ele recomenda a modalidade Prime. “Para as primeiras unidades da região recomendamos o modelo Prime, para limitar outras unidades nessa mesma modalidade para cada capital, pelo fato de ser permitido somente novas unidades no modelo Standard quando houver viabilidade.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s