Concurso PM-GO: confira dicas para o exame

As inscrições para o concurso da Polícia Militar do Estado de Goiás (PM-GO) estão abertas para os candidatos que disputam as 1.520 vagas oferecidas pela organização. O edital, publicado na última sexta feira (08), vai exigir o Ensino Superior completo dos candidatos para as áreas da Segurança Pública e Música, além de idade mínima de 18, máxima de 30 e Carteira Nacional de Habilitação (CNH) na categoria “B”.

A distribuição das vagas por cargos do edital é a seguinte:

·      Soldados Combatentes – 1.500

·      Soldados da área da Música – 20

Os concurseiros poderão realizar as inscrições no site da banca organizadora, o Instituto AOCP, entre os dias 29 de abril até o dia 30 de maio. A taxa de inscrição será de R$ 110,00. Para ambas as carreiras de Soldado (Segurança e Música), a remuneração inicial chega a R$ 6.353,13.

A prova objetiva, primeira etapa do processo seletivo, será realizada dia 10 de julho. Ela é composta por 50 questões de múltipla escolha. Para Soldado, a prova objetiva será dividida entre as disciplinas de Língua Portuguesa (10), Aspectos históricos e demográficos do estado de Goiás (5), Noções de Direito Penal (5), Noções de Direito Constitucional (6), Noções de Direito Administrativo (6), Noções de Direito Penal Militar (4), Noções de Direito Processual Penal Militar (5), Legislação Extravagante (4) e Redação.

Já para Soldado Músico, as únicas mudanças são as substituições das disciplinas de Direito Processual Penal e de Legislação Extravagante pela disciplina de Teoria MusicalAs etapas seguintes, iguais para os dois cargos, serão de aptidão, avaliação médica e investigação social.

Levando em conta a proporção de temas, Rogério Dal Piva, coordenador de carreiras do AlfaCon Concursos, aconselha destinar a maior parte do tempo para as matérias de Língua Portuguesa e Direito, que correspondem a mais da metade do exame.

Dicas e orientações para a prova

Durante as semanas que procedem a divulgação do edital, a preparação deve ser feita por meio da revisão do conteúdo e da resolução de exercícios de provas realizadas anteriormente pelo própria Instituto AOCP.

Uma alternativa é procurar por cursos preparatórios que oferecem gratuitamente algumas apostilas e até mesmo aulas ao vivo. “Há muito conteúdo sendo transmitido, ao vivo, pela internet por professores ou cursos preparatórios”, afirma.

Para ele, esse método permite treinar diretamente para a prova ao aplicar todo o repertório adquirido nos estudos. “É uma maneira de transformar as informações obtidas pelos livros e vídeoaulas na internet de maneira passiva para ativa, facilitando a assimilação e memorização dos conteúdos”, explica.

Outra dica que pode ajudar é a construção de um cronograma de estudos, separados pelas áreas de conhecimento. Leve em consideração a proporção de temas que serão cobrados na prova. “Se a pessoa trabalha, pense em uma rotina entre duas a três horas de estudo por dia”.

A ideia é poder estudar cerca de dois ou três assuntos por dia. No começo, estabeleça metas e prazos curtos. Isso vai ajudar a ter a percepção de progresso e a evitar frustrações que podem minar a motivação ao longo do tempo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s