Campanha incentiva adolescentes a tirar o título de eleitor

Atualmente, o Brasil tem cerca de seis milhões de adolescentes entre 16 e 17 anos e, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), apenas 600 mil deles emitiram título de eleitor até agosto de 2021. Para completar, entre os jovens de 18 a 24 anos, 19 milhões tiraram o título em 2020, mas apenas 76% deles votaram. Com o objetivo de incentivar esses jovens a fazer parte da vida política do país e exercer sua cidadania nas eleições de 2022, a ONG Nossas desenvolveu a campanha “Cada Voto Conta” (www.cadavotoconta.org.br), que vai até o dia 4 de maio.

Durante um mês que falta, a campanha pretende apoiar e incentivar cerca de 50 mil jovens a tirar o título de eleitor, além de formar uma base engajada e consciente de seus direitos. Com uma plataforma online e contando com um grupo de jovens mobilizadores ativos nas redes sociais e espalhados pelo Brasil, a equipe da campanha Cada Voto Conta pretende auxiliar no processo de emissão desse documento, compartilhando informações e dando suporte para que os interessados superem todos os obstáculos que surgirem no processo. Para que o adolescente esteja apto a votar nas eleições de 2022, ele precisa emitir o documento até o dia 4 de maio, quando acontece o fim da campanha.

“Estamos em ano eleitoral e, de acordo com o TSE, pelo menos 90% dos jovens que têm o poder de votar não exercem esse direito. Sabemos que cada voto tem o poder de mudar os rumos do nosso país, da educação, da saúde e da diminuição de desigualdades. Votos são ações que podem garantir os direitos das juventudes, das mulheres e de outras minorias sociais como comunidades tradicionais, periféricas e pessoas LGBTs. Além disso, os nosso votos também impactam na proteção e no futuro do nosso ambiente, na luta por justiça climática e por uma Amazônia de pé, por isso fazemos tanta questão de que cada um que tenha esse direito, saiba o quão importante e potente é utilize-o”, afirma Karina Penha, coordenadora de mobilizações do Nossas.

Todo o processo de emissão do título de eleitor é feito pelo próprio site do TSE, mas podem surgir dúvidas no caminho. Por isso, ao longo da campanha, serão produzidos materiais de divulgação em redes sociais, sites e canais da rede de parceiros do Nossas, auxiliando o passo-a-passo da emissão. Quem protagoniza essa campanha são mobilizadoras jovens que têm a missão de engajar mais adolescentes a exercer a cidadania nas urnas este ano.

“A gente tá num boom de falar sobre votar, mas tem um empecilho muito grande que é o site do TSE, que não é acessível pra juventude. Ele não é muito bom na versão mobile e basicamente a maioria dos jovens acessa a internet pelo celular. Muitas das vezes o site trava e parece que existem várias coisas que acabam prejudicando o processo. E a ‘Cada Voto Conta’ vem pra ajudar realmente essa juventude a tirar dúvidas que muitos de nós já tivemos, porque olhar pro site dá muitas vezes vontade de desistir”, explica uma das jovens mobilizadoras da campanha, a estudante Ana Beatriz Diniz (16).

Mutirão dará prêmios

Como forma de mobilizar e incentivar o público adolescente, a campanha preparou uma ação com cara de videogame, chamada de “Mutirão Cada Voto Conta”. Será uma competição que vai premiar os jovens que conseguirem mobilizar mais pessoas a tirarem o título de eleitor. O participante se inscreve e, com um link próprio, pode incentivar que outros adolescentes façam a emissão do documento antes do prazo final. Entre os prêmios do mutirão estão: um Iphone 12 mini, para o primeiro colocado; um Nintendo Switch + 1 jogo Mario Kart, para o segundo; e um leitor de livros Kindle + R$1 mil reais em vale livros.

As inscrições para o mutirão já estão abertas. Para participar, basta tirar o título de eleitor, se cadastrar no site cadavotoconta.org.br para receber o código de multiplicador da campanha e convencer o maior número de pessoas a tirar o título com seu código. À medida que os participantes conseguirem concluir o processo no TSE, basta pedir que eles se cadastrem no site da campanha usando o código de multiplicador de quem o convenceu. Para participar é preciso que o adolescente tenha entre 16 (completos em 2022) a 18 anos.

Além do mutirão, o site da campanha oferece materiais para que professores, pais e outros jovens possam participar como multiplicadores da ação. Lá é possível acessar um plano de aulas com dinâmicas para incentivar o tema nas escolas, imagens e textos de apoio para compartilhar nas redes sociais, além de um passo-a-passo de como montar uma banca para oferecer informações sobre emissão de títulos de eleitor.

“Queremos trazer cada vez mais jovens para apoiar e se sentir participantes dos processos democráticos que podem transformar o Brasil através do voto. Por isso criamos vários incentivos, além de bate-papos, materiais e parcerias com influencers, coletivos e professores para ampliar o acesso à informação e criar incentivo à nossa campanha e, principalmente, ao voto”, finaliza Karina.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s