Aparecida realiza aplicação terapêutica de toxina botulínica com indicação médica

Há duas semanas, a Secretaria Municipal de Saúde de Aparecida de Goiânia (SMS) iniciou a aplicação do medicamento toxina botulínica injetável (Dysport, Botox, Xeomin), mediante indicação médica, para pacientes com determinadas doenças e agravos. O serviço, realizado no Ambulatório Multiprofissional de Aparecida de Goiânia (Amag), localizado no Jardim Nova Era, tem fluxo específico para facilitar o acesso e pode dar melhor qualidade de vida para quem precisa desse tratamento.

Antes da implantação, os pacientes de Aparecida que necessitavam do procedimento eram encaminhados via regulação para o CRER, em Goiânia. Atualmente, em todo o Estado de Goiás, a aplicação de toxina botulínica no Sistema Único de Saúde (SUS) é realizada em Anápolis, Aparecida, Goiânia e Rio Verde.

Destinado a pacientes com doenças e agravos neurológicos como distonias faciais, espasmos hemifaciais e espasticidades, o método propicia melhor qualidade de vida com recuperação de movimentos e redução de dores.

Quem pode fazer o tratamento

O processo terapêutico com toxina é destinado aos moradores de Aparecida que têm as seguintes enfermidades e condições, dentre outras: Alteração de tônus muscular como hipertonia e espasticidade, bruxismo e sialorreia; atraso do desenvolvimento neuropsicomotor nos pacientes com paralisia cerebral; além de portadores de sequelas de lesões encefálicas e medulares.

O secretário de Saúde Alessandro Magalhães destaca que os pacientes tratados com a toxina botulínica podem ter melhor qualidade de vida e mais autoestima com a recuperação de movimentos coordenados, capacidade de comunicação e expressão, além de melhora na assimetria e na redução de dores crônicas: “Esse serviço representa um ganho importante para nossa rede, ele vai melhorar a vida de muitas pessoas que sofrem em situações incômodas e dolorosas que podem ser aliviadas com esse medicamento, e também vai facilitar a atuação dos familiares e cuidadores desses pacientes”.

Cícera Maria, moradora do Setor Serra das Brisas, espera que as aplicações de toxina botulínica transformem para melhor a vida da filha dela, a pequena Aline, de 7 anos. A menina tem sequelas neurológicas, usa botinha especial para ajudar na locomoção, é paciente do AMAG e fez nesta sexta-feira, 11, a primeira aplicação nas pernas: “Espero que ela sinta menos dor e que a musculatura das perninhas melhore. Ela tem dores constantes e toma medicamentos para relaxar a musculatura, torço para que o tratamento com o botox traga mais sossego e força para ela”.

Acesso ao serviço

A coordenadora da Atenção Especializada da SMS, Loanny Moreira Barbosa, informa que as pessoas que têm indicação médica para o tratamento são encaminhadas, após consulta de clínica geral, para a avaliação do médico fisiatra, e, depois, com a devida autorização, a toxina botulínica é solicitada para a Central de Medicamentos Juarez Barbosa (CEMAC), responsável pela dispensação do produto para a rede pública em Goiás.

“Então, retiramos o medicamento na CEMAC e agendamos com o paciente para que o mesmo realize o procedimento aqui no AMAG, no dia e hora marcados”, explica a diretora da unidade, Elisângela Moura. Ela também acrescenta que “a toxina botulínica é eficaz nos tratamentos indicados quando associada a um programa fisioterapêutico. Para conseguir um efeito mais prolongado e permanente, é necessário que o paciente se submeta a um programa de reabilitação para que potencialize a mobilidade e a força muscular. ”

Nesse sentido, a diretora explica que “após a aplicação da toxina, o paciente é submetido a sessões de fisioterapia 3 vezes na semana e é reavaliado após 30 dias pelo nosso fisiatra, Leandro Maemura, que é também quem faz as aplicações”.

Excelentes expectativas

O médico fisiatra Leandro Maemura ressalta que “estamos na segunda semana dessas aplicações e tem sido uma experiência muito boa, com excelentes expectativas de melhora para os pacientes. Aparecida está iniciando um tipo de tratamento com medicamento de alto custo que é muito difícil de se ter em outras localidades na rede pública. Fazemos aplicações aqui no AMAG a cada quinze dias, aproximadamente, e logo depois da aplicação da toxina botulínica esses pacientes são encaminhados para realização da terapia adequada para casa caso”.

Ele frisa que a toxina botulínica propicia nos pacientes redução da dor, melhora da movimentação, e, eventualmente, “para aqueles que estão mais acamados, impossibilitados, há também melhorias nos cuidados, na higienização e no posicionamento, o que favorece o trabalho de profissionais, familiares e cuidadores dessas pessoas. ”

A diretora Elisângela Moura salienta que a implantação do serviço em Aparecida seguiu o protocolo técnico da CEMAC e que “já planejávamos realizar essa aplicação aqui para dar mais conforto para os pacientes que têm sequelas neurológicas com grande grau de dificuldade”. (Foto: Claudivino Antunes)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s