Pirenópolis ganha projeto de requalificação de área do centro histórico nesta quarta-feira 

O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), por meio da superintendência em Goiás, entrega nesta quarta-feira (09), para a prefeitura de Pirenópolis, projetos executivos de requalificação urbana do largo da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário. O evento contará com a presença do prefeito da cidade, vereadores e a comunidade em geral, e acontecerá no Cine Pireneus.  

A proposta de requalificação inclui a contratação dos projetos para a intervenção urbanística, arquitetônica e paisagística, além de projetos complementares de drenagem/hidrossanitário, elétrico/luminotécnico, estrutural e de prevenção e combate a incêndio. O município também receberá uma maquete eletrônica e um vídeo em realidade virtual, que mostram como o espaço ficará após a execução das obras, bem como uma planilha orçamentária com a previsão de custos para a execução da ação. 

Os projetos foram pensados e discutidos tanto com a participação da prefeitura municipal, quanto com membros da comunidade, visando atender as principais demandas locais aliadas à preservação do conjunto urbano de Pirenópolis.   

Os largos surgem a partir da construção de igrejas, e se tornam espaços de integração social nos aspectos religiosos e culturais, essenciais na organização urbana e no desenvolvimento das cidades. São importantes conexões entre os municípios e a vida cotidiana das pessoas. O largo da Matriz de Pirenópolis, que surge a partir da construção da Igreja de Nossa Senhora do Rosário, foi palco tradicional das Cavalhadas, nas festas do Divino Espírito Santo, até a década de 1960. 

Corumbá de Goiás 

O município de Corumbá de Goiás também foi contemplado com projetos executivos de requalificação urbana voltados para o largo da Igreja Matriz de Nossa Senhora da Penha de França. A entrega aconteceu no dia 22 de fevereiro. No total, o Iphan investiu cerca de R$ 357 mil nas propostas para as duas cidades.  

Os projetos executivos permitem a contratação das obras para os respectivos espaços, coroando uma série de intervenções que o Iphan vem empreendendo nas regiões de Pirenópolis e Corumbá de Goiás. proporcionando locais dotados de qualidade estética e de equipamentos urbanos fundamentais aos seus usos atuais, aliado à preservação dos conjuntos tombados.   

Em Corumbá de Goiás, cujo Conjunto Arquitetônico foi tombado pelo Iphan em 2004, é onde se encontra a Igreja de Nossa Senhora da Penha de França, principal elemento de destaque no conjunto tombado. Construída entre 1750 e 1880, a Igreja remete a um passado glorioso, rica em detalhes e expressa os anseios religiosos e culturais da população corumbaense. Os largos das matrizes são os espaços urbanos de maior representatividade em seus respectivos conjuntos tombados. (Foto: Déborah Souto)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s