Projeções apontam aquecimento do mercado imobiliário em Orlando de% esse ano

A previsão de valorização do setor imobiliário em Orlando é de aproximadamente 15,4% até novembro desse ano, que vale também para imóveis na planta, por conta do próprio aumento de preço que as construtoras praticam na medida em que as vendas acontecem pela alta demanda. A projeção é de Andrea Pointon, especialista em Real Estate e CEO da Pointon Realty, empresa brasileira com sede em Orlando para compra, venda e gerenciamento de imóveis. Para tal, ela estudou essa média de porcentagem de valorização que acontece desde 2019, conforme dados do ‘Orlando 2030 Report’, relatório da Partnership, organização público-privada, sem fins lucrativos, que representa sete condados da Central Florida, incluindo Orlando.

Um dos condados da Central Florida, o Polk Country – onde estão as cidades de Davenport e Haines City – é o que tem a maior projeção de crescimento populacional, com 50,8%, e onde os preços estão mais acessíveis.

“A procura por imóveis residenciais é grande e, além do custo ser muito atraente, essa região concentra várias empresas e centros de distribuição, como Amazon, Walmart, Fedex, entre outros”, esclarece Andrea. Esse crescimento traz consigo o desenvolvimento em todo o entorno, com escolas, hospitais, serviços, indústrias, atraindo tanto famílias que pretendem se estabelecer em Orlando quanto investidores que adquirem casas para alugar anualmente – aluguel conhecido como “long-term rentals”.

“Para se ter uma ideia de quão aquecido está o mercado nessa localidade vizinha de Orlando, nos últimos 180 dias os imóveis de aluguel demoraram, em média, apenas 17 dias para alugar. O valor médio de venda foi de US$ 2,023,00/mês e, em nossa pesquisa, consideramos apenas casas construídas a partir de 2015”, diz a especialista. Ainda de acordo com ela, o estoque de imóveis continua bem abaixo da média, tornando o mercado mais favorável para o vendedor. Porém, as oportunidades aparecem e quem adquirir um imóvel nesse momento também irá se aproveitar da valorização que está por vir.

A Flórida é um dos maiores mercados turísticos do mundo, bastante impulsionado pelos parques temáticos, eventos corporativos e turismo de negócios. É também o mercado imobiliário mais aquecido do País, sobretudo na região da Central Florida. Há uma grande migração de pessoas de outros estados americanos buscando uma melhor qualidade de vida, com menor custo e mais segurança; entretanto, a região metropolitana de Orlando é a que mais tem atraído investidores e famílias brasileiras.

“Estamos vendo um boom econômico e imobiliário e os maiores motivadores para os brasileiros investirem no mercado de imóveis em Orlando são a dolarização do patrimônio e segurança financeira. Ter rendimentos em dólar, uma das moedas mais fortes do mundo, juntamente com um mercado imobiliário aquecido é a combinação perfeita para um excelente investimento, com alto retorno sobre o capital investido”, explica Andrea.

A especialista salienta outros fatores que contribuem para que investidores brasileiros representem 18% das transações estrangeiras, que vão além da dolarização do patrimônio, considerando que este é um mercado muito mais estável do que o brasileiro. A proteção patrimonial, no caso da compra de imóveis em nome de LLC, é um forte atrativo para os investidores devido a uma série de benefícios, como isenção do imposto de sucessão, proteção em caso de processos civis, benefícios fiscais adicionais pela dedução de despesas, soluções de não tributação por domicílio fiscal, garantia de sigilo e anonimato de identidade, liquidez e fácil acesso ao capital investido. Além disso, há pouco risco comparado aos investimentos bancários, fundos imobiliários e investimento em imóveis no Brasil.

Em qual tipo de imóvel investir? Há dois nichos do mercado imobiliário que, nesse momento, estão em alta – os imóveis residenciais e as casas de férias.  Os investidores compram imóveis residenciais e alugam para um inquilino por pelo menos 12 meses. Esse é o tipo de investimento escolhido, geralmente, por pessoas com perfil mais conservador. As cidades nas margens de Orlando, como Davenport e Haines City (onde fica a Legoland), estão oferecendo as melhores oportunidades no momento para quem busca o seu primeiro investimento nos EUA ou está ampliando o seu portfolio de imóveis.

Já as tradicionais casas de férias, localizadas nos famosos resorts de Orlando, são alugadas por diárias – mercado conhecido como “short-term rentals”. Esse é o tipo de investimento procurado por pessoas que almejam ganhos maiores, mas isso requer o envolvimento do proprietário e um investimento maior. Pense no imóvel como um “hotel particular”: o investidor precisará mobiliar e decorar a casa, deixando o imóvel atraente para alugar.  Nesse caso, é necessário ter uma empresa de gerenciamento que trabalhe com esse tipo de imóvel, tanto para fazer a manutenção e prestar serviços aos hóspedes, como para promovê-lo nos maiores portais imobiliários, de forma a garantir o aluguel por 12 meses.

Dicas para não perder oportunidades — Para ficar de olho nos imóveis, a principal dica é manter contato com um corretor de imóveis que domine o mercado, conheça bem a região, seja experiente e esteja a par de novos projetos e lançamentos. Como não há exclusividade no mercado imobiliário americano, ou seja, todos os corretores têm acesso aos mesmos produtos, a escolha do profissional é o primeiro passo para um investimento seguro. Veja outras dicas valiosas para não errar nas escolhas:

1) Estar preparado para a compra futura após a escolha do profissional. É preciso abrir uma conta bancária nos EUA, realizar contato com o contador e se preparar para uma remessa internacional de valores junto ao banco no Brasil, caso ainda não possua valores em banco americano.  O processo é simples e rápido, porém, muitas pessoas que não se familiarizam com os passos necessários acabam perdendo oportunidades por não estarem preparadas.

2) Estar com financiamento pré-aprovado junto a um Mortgage Broker, se a ideia for financiar o imóvel. O processo não tem custo, é feito rapidamente e garante a aceitação da oferta.

3) Ter dinheiro disponível para o pagamento do depósito inicial já em território americano ou enviá-lo de forma que chegue rapidamente. Quem estiver com o dinheiro na mão tem mais chances de não perder o negócio.

“Vale ressaltar que um bom corretor poderá prestar todo o auxílio durante cada etapa do processo e as corretoras especializadas em transações internacionais, como é o caso da Pointon Realty, contam com equipes muito experientes e parceiros que auxiliam em todas as etapas, com serviços de contabilidade, envio de dinheiro, financiamento imobiliário, abertura de contas bancárias, serviços de advocacia, entre outros”, finaliza Andrea.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s