Aparecida realiza mutirão para aplicação da dose de reforço da Janssen

A Prefeitura de Aparecida vai realizar nesta semana um novo Mutirão de Vacinação contra a Covid-19. Desta vez, o foco é a aplicação do reforço da Janssen. Diferente das demais, que contam com primeira e segunda dose, a vacina da Janssen foi disponibilizada no formato dose única. No entanto, assim como todos os outros imunizantes contra a Covid-19, o reforço é fundamental para aumentar a proteção dos vacinados.

Em Aparecida, o intervalo mínimo entre a aplicação da dose única e o reforço dessa vacina é de dois meses. Com a força-tarefa desta semana, a Prefeitura espera completar o esquema vacinal de cerca de dez mil pessoas. A aplicação do imunizante da Johnson & Johnson ocorre de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h, no drive-thru da Cidade Administrativa e na Central de Imunização. Aos sábados, os locais funcionam das 8h às 12h.

Segundo o último levantamento da Secretaria de Saúde de Aparecida, aproximadamente 16 mil pessoas receberam a dose única da vacina Janssen em Aparecida. A primeira remessa do imunizante chegou à cidade em junho de 2021.

“Desse total, cerca de 10 mil não vieram aos postos receber o reforço. É um número alto e preocupante. Assim como os outros imunizantes, a vacina da Johnson & Johnson requer aplicação do reforço para aumento da eficácia. Por isso, estamos fazendo essa mobilização e convocação. É necessário que as pessoas entendam que, sem o reforço, a proteção é reduzida. Assim, as pessoas ficam mais vulneráveis às variantes do Coronavírus”, alerta a coordenadora de Imunização de Aparecida, Renata Cordeiro.

Demais vacinas

Além da Janssen, Aparecida segue vacinando a população com os outros imunizantes (Coronavac, AstraZeneca e Pfizer). Ao todo, são 38 postos que funcionam sem necessidade de agendamento. A primeira dose está disponível para pessoas a partir de 12 anos de idade, mediante a apresentação de documento de identidade ou certidão de nascimento, cartão SUS ou CPF. Menores de 18 anos precisam estar acompanhados de algum responsável.

Já a segunda dose é aplicada mediante a apresentação de documento de identidade e CPF ou Cartão SUS e o Cartão de Vacinação, de acordo com os intervalos mínimos previstos entre a primeira e a segunda aplicação, seguidos pela Secretaria de Saúde: 28 dias para a Coronavac e oito semanas para Pfizer e AstraZeneca.

Além disso, qualquer pessoa que tenha recebido a segunda dose dos imunizantes Coronavac, AstraZeneca ou Pfizer há quatro meses pode receber a dose de reforço (terceira dose) mediante a apresentação do documento de identidade e CPF ou Cartão SUS e o Cartão de Vacinação.

Os postos de vacinação nas seguinte UBS’s funcionam de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h, com distribuição de senhas para organização do serviço: UBS Andrade Reis; UBS Bairro Cardoso; UBS Bairro Ilda; UBS Bairro Independência; UBS Bandeirantes; UBS Buriti Sereno; UBS Campos Elíseos; UBS Cândido de Queiroz; UBS Caraíbas; UBS Chácara São Pedro; UBS Cruzeiro do Sul; UBS Expansul; UBS Independência Mansões; UBS Jardim Bela Vista; UBS Jardim Boa Esperança; UBS Jardim dos Buritis; UBS Jardim dos Ipês; UBS Jardim Florença; UBS Jardim Olímpico; UBS Jardim Paraíso; UBS Jardim Tiradentes; UBS Madre Germana; UBS Nova Olinda; UBS Papillon Park; UBS Parque Trindade; UBS Pontal Sul II; UBS Residencial Anhambi; UBS Residencial Garavelo Park; UBS Retiro do Bosque; UBS Riviera; UBS Rosa dos Ventos; UBS Santa Luzia; UBS Santo André; e UBS Veiga Jardim.

A Central de Imunização e o drive da Cidade Administrativa funcionam de segunda a sexta, das 8h às 18h, e aos sábados, das 8h às 12h.

Vacinação infantil

Aparecida também já está vacinando contra a Covid-19 crianças de onze anos e crianças a partir de 5 anos com deficiência permanente ou comorbidades, indígenas e quilombolas. A vacinação infantil ocorre em salas exclusivas ao público, na Central de Imunização e em seis UBS´s: Andrade Reis, Anhambi, Bairro Cardoso, Retiro do Bosque, Veiga e Jardim Olímpico.

Além disso, de 20 de janeiro a 28 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) realizará visitas em mais de 50 escolas públicas e privadas da cidade para a vacinação infantil contra a Covid-19. A primeira instituição visitada será o Colégio Estadual Jardim Cascatas, principal escola da comunidade quilombola na cidade. A vacinação ocorrerá no dia 20, a partir das 8h30.

Confira aqui o primeiro cronograma de visitas escolares. Outros cronogramas serão divulgados ao longo da campanha.

A aplicação da vacina pediátrica ocorre mediante apresentação da certidão de nascimento ou RG e cartão SUS ou CPF. Crianças com comorbidades ou deficiência, indígenas e quilombolas também precisam comprovar a condição. Além disso, é necessário que todas as crianças estejam acompanhadas de seu responsável legal. Caso o responsável não possa acompanhar, é necessário assinar autorização

Clique aqui e acesse o documento modelo para autorização.

A coordenadora de Imunização de Aparecida, Renata Cordeiro, faz um alerta sobre as crianças com comorbidades ou deficiência que não têm laudo médico comprobatório: “Destacamos que nesse casos os pais não precisam correr às unidades de Saúde em busca de atendimento só para conseguir o documento. A expectativa da Secretaria é reduzir a faixa etária o quanto antes, além de levar o imunizante para as escolas e vacinar todas as crianças de 5 a 11 anos. Fazemos esse alerta, principalmente, tendo em vista os surtos de gripe e dengue na cidade e que sobrecarregam os postos de atendimento e que podem expor os pequenos aos vírus”.

Foto: Enio Medeiros

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s