Cultura do cancelamento é tema de rap composto pelo goiano Donato no Relato

Um tema muito atual e fortemente debatido durante o ano de 2021 foi inspiração para o novo rap de Donato no Relato. Em “Cancelamento”, que  entra hoje nas plataformas digitais,  ele discute a cultura do cancelamento, um fenômeno que se tornou comum nas redes sociais e que acontece quando um comportamento é considerado errado por determinado grupo de pessoas. Se você diz algo que não agrada, o ato de “deixar de seguir” torna-se uma forma de punição,  como se fosse uma maneira de realizar justiça social. Então você é cancelado. 

Embora alguns debates estejam relacionados às causas sociais importantes como racismo, homofobia e xenofobia, Donato aborda outra vertente do cancelamento e  fala de polarização de lados, violência e linchamento virtuais. “Tanto juiz atuando, tantas pessoas julgando, será que estamos no mundo real? questiona a letra. O artista explica que ele mesmo já foi cancelado e que se sentiu  injustiçado e julgado. “É preciso entender que ninguém é totalmente dono da razão. Tolerância e paz sempre é o melhor caminho”, diz. 

Outro trecho que demonstra o incômodo do rapper com essa onda típica da internet está no trecho: “Egoísmo, egocentrismo, flutuando na onda do achismo”, em que ele remete ao ambiente em que o movimento acontece. “O grande problema da internet é que os debates se tornam rasos e qualquer deslize ou uma palavra mal colocada pode criar uma onde haters. Virou uma selva e nós não estamos conseguindo nos livrar dessa raiva”. 

Donato é goiano e busca sempre trazer suas experiências de vida em suas letras, principalmente as que tem uma proposta de contar boas histórias. “Quero levar palavras de reflexão para os jovens e inspirá-los para serem pessoas melhores”, pontua. 

“Cancelamento” é o 8º single gravado por Donato no Relato, e tem produção de Bruno Explana. A obra cumpre um cronograma estipulado por ele há um ano, quando lançou a primeira música chamada “Made in Goiânia”. Todas as produções são independentes e lançadas com clipe simultaneamente no YouTube nas plataformas de streaming de música. Entre os nomes que já trabalharam com Donato está o também produtor, Gandara, que também dirige os  clipes do Tribo da Periferia. 

No set list de Donato já estão também:  “Favelado Chique”, “Mãe”, “Fé pra Tudo”, “Ma Cherie”, “Papo de Visão” e “Papai não sou Bebê”, que ele gravou com seu filho, MC Danielzim.   

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s