Goiás é o último no ENEM e governo pune professores

Após o fracasso da participação de estudantes goianos no Enem, com 32,1% de faltas, à frente apenas dos estados amazônicos de Roraima (32,4%) e Amazonas (40,6%), a secretária estadual de Educação de Goiás, Fátima Gavioli, anunciou que os professores goianos serão punidos pelo governador Ronaldo Caiado (DEM). Em reunião virtual com diretores de escolas, Gavioli afirmou que o bônus por resultado prometido pelo governo à categoria será reduzido.

“Se o bônus é por produtividade, evidente que eu esperava que a frequência dos alunos no Enem acompanhasse a frequência no Saego (Sistema de Avaliação Educacional do Estado de Goiás) e no Saeb (Sistema de Avaliação Educacional da Educação Básica), e não foi o que aconteceu”, questionou a secretária. “Teve uma ausência muito alta, gravíssima”, afirmou Gavioli, em reunião com gestores da educação. O vídeo circula freneticamente nas mídias sociais.

O projeto aprovado pela Assembleia Legislativa de Goiás (Alego) não institui a participação dos estudante no Enem como condição para a redução do bônus, mas libera o governador para decidir como será a premiação. Caiado decidiu atribuir aos professores a culpa pela ausência.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s