Mulheres negras pedem política municipal de igualdade racial em Goiânia

Em lembrança ao Dia da Consciência Negra, que será comemorado neste sábado (20), o vereador Mauro Rubem (PT) convidou três mulheres negras para discursarem sobre o tema na Tribuna Livre desta quinta-feira (18). 

A primeira a falar foi Janira Sodré, professora do Instituto Federal de Goiás e da PUC Goiás. Ela cobrou do Legislativo e da Prefeitura a elaboração de um Plano Municipal de Promoção da Igualdade Racial. “Esta Casa deve ter o compromisso na criação de um sistema municipal de promoção das políticas de igualdade racial. Convidamos este parlamento a uma ação institucional antirracista para que Goiânia tenha orgulho de dizer que é uma cidade livre do racismo”, disse. 

Em seguida, a coordenadora estadual dos Agentes Pastorais Negros, Neuza Maria da Silva, destacou a importância na busca por parcerias, junto com a Câmara Municipal de Goiânia, para pôr em prática ações efetivas de políticas afirmativas e públicas para os negros. “O combate ao racismo não é uma missão só da população negra. Para combater o racismo estrutural, é preciso o envolvimento de toda a sociedade.” 

Já a suplente de vereador, Sônia Cleide, reclamou da ausência de uma política municipal de combate à anemia falciforme, doença hereditária que afeta em maior parte pessoas negras. “Hoje estamos vendo muitos portadores de anemia falciforme morrendo por falta de políticas públicas porque os nossos CAIs não têm atendimento específico para eles.”

Foto: Mariana Capeletti

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s