Governo federal retém verbas da ciência de todos os Estados

Universidades e demais instituições de pesquisa de todos os estados brasileiros estão deixando de receber, no total, cerca de R$ 2,7 bilhões que deveriam ser investidos na realização de pesquisas científicas e tecnológicas.

O valor faz parte do Fundo Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (FNDCT) para este ano, e está sendo contingenciado pelo governo federal.

Abastecido basicamente por contribuições de empresas e royalties, o FNDCT é a principal fonte de financiamento à ciência no Brasil. Neste ano deverão ser arrecadados R$ 7,3 bilhões.

“O contingenciamento dos R$ 2,7 bilhões atinge universidades e instituições de pesquisa federais e também estaduais e municipais”, alerta o secretário executivo da ICTP, Celso Pansera. “São prejudicadas pesquisas em todas as áreas do conhecimento e que se refletem em melhorias em setores como saúde, habitação, transportes, educação, segurança e no meio ambiente, dentre tantos outros”.

Ex-ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Pansera acredita que não só a comunidade científica, mas também a sociedade como um todo deve atuar em favor da ciência. Ele sugere, por exemplo, que a população de cada Estado reforce junto a seus deputados e senadores a necessidade de eles lutarem pela ciência na Câmara Federal e no Senado.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s