Hospital de Formosa promove palestra sobre o Outubro Rosa

Para reforçar a luta contra o câncer de mama na saúde pública, o Hospital Estadual de Formosa (HEF), administrado pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED), realizou diversas ações referentes à campanha Outubro Rosa. Dentre elas, uma palestra ministrada pelo diretor técnico da unidade, Felipe Uchôa, com o objetivo de alertar colaboradoras e pacientes sobre métodos preventivos e os riscos da doença.

A apresentação reuniu 20 mulheres, sendo pacientes, enfermeiras, técnicas de enfermagem e outras colaboradoras do HEF. O ambiente do evento foi decorado por um mural feito com borboletas de papel que, juntas, formaram o laço rosa que simboliza a campanha Outubro Rosa.

“A ideia do mural de borboletas partiu da experiência de vida desse animal que nasce, se transforma e parte para colorir o mundo com suas asas. Por isso, incentivamos o autocuidado, pois só assim podemos voar ainda mais longe”, afirmou Talita Monteiro Guimarães de Alarcão, assistente administrativa da unidade.

Durante a atividade, houve troca de ideias, experiências compartilhadas e aprendizado mútuo entre as participantes. Além disso, um delicioso café da manhã foi oferecido às mulheres deixando a atmosfera ainda mais aconchegante para tratar de um tema tão importante.

É preciso prevenir

Como reforço às medidas preventivas de combate ao câncer de mama, o HEF ofereceu às participantes da palestra a realização do exame de ecografia mamária (ultrassonografia das mamas). A unidade também se preocupou em oferecer o Papanicolau, já que seu resultado pode revelar lesões no colo útero.

“Realizar a ecografia mamária, ou ultrassonografia das mamas como também é conhecido o exame, é de fundamental importância. Com esta inspeção é possível identificar nódulos, processos inflamatórios e até lesões mamárias”, observou o diretor técnico do HEF, Felipe Uchôa.

Já o segundo teste preventivo oferecido no dia da palestra, detecta por meio de coleta rápida, alterações em células do colo do útero. Esta avaliação é sugerida às mulheres que já tenham uma vida sexualmente ativa – especialmente aquelas com idade entre 25 e 59 anos.

Atenção redobrada

Durante o mês de outubro a recepção da unidade hospitalar esteve enfeitada com um enorme laço feito com balões rosa. Contudo, nesta sexta (22), todos os colaboradores da unidade vestirão a cor rosa para fazer alusão à campanha Outubro Rosa e destacar ainda mais a importância da prevenção.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer (INCA), no Brasil, o câncer de mama é o segundo com maior incidência nas mulheres de todas as regiões. Ele só perde para os tumores de pele não melanoma. Em 2021, estimou-se o surgimento de 66.280 novos casos de neoplastia maligna da mama, em todo território nacional.

A região Centro-Oeste também sofre com o avanço e agravamento da doença. De acordo com a estimativa do instituto, até o final deste ano, o estado de Goiás apresentará cerca de 1.620 diagnósticos positivos por 100 mil mulheres. Por isso, a prevenção é a maneira mais eficaz para garantir que nenhuma anomalia esteja presente nas mamas.

“Sabemos dos riscos dessa doença e do avanço dela nas mulheres. Portanto, o HEF fará todo o possível para facilitar o acesso à informação de prevenção às nossas pacientes, colaboradoras e familiares”, concluiu a diretora do hospital, a Vânia Fernandes.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s