Secretário de Saúde de Goiás é alvo de busca e apreensão da Polícia Civil

A casa do secretário de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, no condomínio de luxo Aldeia do Vale, em Goiânia, foi alvo de busca e apreensão da Polícia Civil do Distrito Federal (PC) nesta quinta-feira.

A Operação Medusa investiga contratações supostamente superfaturadas de empresas de radiologia e imagem pelo Instituto de Gestão Estratégica em Saúde do Distrito Federal (Iges-DF), que administra o Hospital de Base de Brasília. As informações são do G1 Goiás.

Alexandrino foi o último diretor do hospital antes da unidade passar para a gestão do Iges. O secretário, que está em Brasília, confirmou a operação, mas alegou que as contratações investigadas não ocorreram em sua gestão. “Minha esposa me informou que houve uma visita da Polícia Civil e fizeram algumas perguntas, averiguaram documentos, mas levaram apenas um pen drive, que pode ter conteúdo de aulas”, disse.

A suspeita é de superfaturamento dos contratos e direcionamento das empresas. A polícia informou ainda que os mandados são cumpridos na casa de servidores do Iges que atuaram na contratação e em endereços vinculados a empresas envolvidas no suposto esquema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s