Como será a volta às aulas em Goiânia

A Prefeitura de Goiânia divulgou uma nota, em formato de perguntas e respostas, para esclarecer pais e alunos sobre a volta as aulas no município, que ocorre a partir de segunda-feira (16). Confira:

Perguntas e respostas sobre o retorno híbrido das aulas na rede
municipal de Goiânia

1 – Quantas escolas vão voltar a funcionar?

Todas as 372 unidades, entre escolas municipais e Centros Municipais De Educação
Infantil. As instituições seguirão rígidos protocolos de segurança para um retorno híbrido seguro e que recupere as aprendizagens.

2 – Os pais poderão escolher pelo ensino presencial ou remoto?

Sim. Essa opção será feita no Termo de Livre Consentimento e Responsabilidade –
Atividades Presenciais, que deve ser assinado pelos pais e responsáveis nas instituições em que os alunos estão matriculados. É importante que todos os responsáveis procurem as unidades para conferir os protocolos de biossegurança e autorizar o retorno presencial em formato híbrido.

3 – Quem não for para a escola presencialmente vai perder conteúdo?

Não. O educando será atendido pelo Caderno de Atividades, plataformas digitais,
aplicativos, entre outros, com o mesmo conteúdo do atendimento presencial.

4 – Quem vai poder voltar presencialmente?

Todos os educandos cujos pais ou responsáveis optarem pelo atendimento presencial.

5 – Como será feito o revezamento entre os alunos?

Cmeis – Atendimento diário, sendo 50% das crianças no matutino e dos demais 50% no período vespertino; Ensino Fundamental (1º ao 5º anos) – revezamento diário; Ensino Fundamental (6º ao 9º anos) – revezamento semanal; Escolas Municipais de Tempo Integral – atendimento por turnos (matutino ou vespertino). A definição dos turnos em que os alunos serão atendidos é feita pelas instituições de ensino em diálogo com os pais e esponsáveis.

6 – Quais equipamentos de proteção foram colocados nas escolas?

A Secretaria Municipal de Educação (SME) enviou recursos, de forma descentralizada, para todas as unidades para a aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Além disso, a SMS enviou totens de álcool em gel, termômetros e outros itens previstos no Protocolo de Retorno do Atendimento Presencial aos Educandos da rede Municipal de Educação de Goiânia (documento disponível no site da SME).

7 – Quais outros cuidados foram tomados pela Prefeitura de Goiânia?

Elaboração de documentos de orientadores, como: do Protocolo de Retorno do Atendimento Presencial aos Educandos da rede Municipal de Educação de Goiânia; Plano Pedagógico de Retorno ao Atendimento Presencial; reorganização das Unidades Educacionais; transferência de recursos financeiros para os conselhos escolares para aquisição de materiais e produtos para a prevenção da Covid-19, entre outros.

8 – Quanto a Prefeitura de Goiânia investiu para o retorno seguro das atividades nas
instituições de ensino?


A gestão municipal destinou mais de R$ 2 milhões para a aquisição de EPIs, R$ 562 mil para a confecção dos Cadernos de Atividades que serão utilizados no processo de aprendizagem e outros R$ 5,8 milhões para o Escola Viva para a reforma das unidades de ensino.

9 – A SME vai distribuir máscaras?

A orientação é de que os alunos compareçam às instituições com máscaras de proteção facial, mas haverá em cada unidade máscaras sobressalentes caso sejam necessárias. É importante também que pais e responsáveis enviem máscaras reservas nas mochilas para a troca conforme as determinações das autoridades sanitárias.

10 – Em quais horários as escolas vão funcionar?

Matutino: das 07h às 11h15
Vespertino: das 13h00 às 17h15
Noturno: das 19h às 22h

11 – Os Cmeis também voltam a funcionar presencialmente?

Sim. O retorno acontecerá gradativamente, começando neste primeiro momento pelas crianças de 03 a 05 anos. Depois, as crianças das demais idades. O cronograma de retorno dos Cmeis será divulgado semanalmente após avaliação do cenário epidemiológico pela Prefeitura de Goiânia.

12 – Quais crianças poderão frequentar os Cmeis?

Neste primeiro momento, educandos de 03 a 05 anos cujos pais ou responsáveis optaram pelo atendimento presencial.

13 – Como vai funcionar o horário do lanche?

Cada unidade vai se organizar a partir do Protocolo de Retorno do Atendimento Presencial aos Educandos da Rede Municipal de Educação de Goiânia. Durante o lanche, será obrigatório o cumprimento de distanciamento seguro entre os estudantes. Neste e em outros momentos não serão permitidos o compartilhamento de lanches ou quaisquer objetos pessoais (garrafas de água, cadernos, estojos, lápis e similares). Além disso, haverá revezamento das turmas na hora das refeições para que não haja aglomeração no refeitório Nos refeitórios, as unidades farão a organização das mesas e cadeiras para que as crianças mantenham um distanciamento de, no mínimo, 1,5 metro. A limpeza das superfícies dos ambientes serão intensificadas com detergente neutro, e, após, haverá a desinfecção com álcool 70% ou solução de água sanitária.

14 – Como vai ser o recreio?

Será feito escalonamento do intervalo, de maneira que reduza o número de pessoas no pátio das escolas. Durante o intervalo todos os educandos devem permanecer de máscara. As unidades vão orientar sobre a necessidade de evitar contatos físicos entre os educandos.

As atividades no pátio serão realizadas obedecendo um distanciamento mínimo de 1,5m. As superfícies frequentemente tocadas pelos educandos serão higienizadas com frequência. A SME recomendou a instalação de álcool em gel 70% para higienização das mãos. As instituições que tiverem brinquedos ou parquinhos no pátio vão interditar os brinquedos, sendo proibido a sua utilização. Os bebedouros com jato inclinado serão desativados e os educandos serão incentivados a usar garrafas ou copos de uso individual.

15 – Como será a ida ao banheiro das crianças?

O número de educandos no banheiro será limitado e controlado a entrada para evitar aglomeração. A limpeza será diária e a sanitização completa dos banheiros será feita uma vez por semana. Além disso, as unidades vão intensificar a limpeza das superfícies dos ambientes com detergente neutro.

Em seguida, os servidores municipais vão desinfetar os ambientes com álcool 70%, solução de água sanitária ou outro desinfetante autorizado pelo Ministério da Saúde. Haverá também a disponibilidade de sabão líquido e papel toalha para uma correta higienização das mãos.

16 – Como serão as atividades esportivas e as aulas de Educação Física nas
unidades?


Quadra esportiva: durante as atividades de Educação Física serão obedecidas as regras de distanciamento social. As atividades serão feitas com uma turma de cada vez para evitar aglomeração. Nesses espaços, serão disponibilizados dispenser com álcool em gel a 70% para a higienização das mãos ou torneira com sabão líquido. Os educandos e servidores deverão usar máscaras nesses espaços. Serão vedadas atividades que gerem contato físicos ou aproximação entres os educandos, preferencialmente, sinalizando os locais no chão, onde cada um deve ficar. As atividades de Educação Física, Artes e correlatas serão realizadas mediante cumprimento do distanciamento entre 1 e 1,5 metros, preferencialmente ao ar livre.

17 – Quais são as recomendações diante de casos suspeitos e confirmados de Covid-19 no ambiente escolar?

Casos suspeitos: servidores deverão ser afastados imediatamente, realizando o teste (RT-PCR ou teste rápido de antígeno) para confirmação ou não do diagnóstico. A Prefeitura de Goiânia vai disponibilizar a testagem ampliada para todos os servidores da rede duas vezes por semana. As testagens serão realizadas nas Coordenadorias Regionais de Educação, unidades situadas nos seguintes bairros: Cidade Jardim, Setor Leste Universitário, Setor Sudoeste, Urias Magalhães e Nova Suíça. Para os educandos, a SME vai orientar a realização de teste na rede municipal de Saúde da capital.

Casos confirmados: servidores deverão ser afastados imediatamente e iniciar o isolamento pelo período de 10 dias a partir da data de início dos sintomas, podendo retornar ao ambiente escolar após o isolamento e desde que não tenham mais sintomas por 24 horas. Para fins de vigilância, caso existam casos confirmados, a Instituição Educacional deverá preencher, em até 24 horas, o seguinte https://forms.gle/dJXNyDMpr7oxSd839, identificando os contatos desse caso confirmado conforme os critérios estabelecidos acima. Todo caso suspeito e contato com caso confirmado deverá realizar testes laboratoriais para confirmação diagnóstica.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s