Fiscalização encerra festa com mais de 100 pessoas em Aparecida

Os fiscais da força-tarefa de fiscalização de Aparecida deram continuidade neste sábado, 17, à operação para averiguar o cumprimento das portarias municipais que visam coibir a aglomeração de pessoas prevenindo assim a transmissão da Covid-19 e aumento de casos na cidade. Na noite deste sábado para domingo os fiscais vistoriaram 78 pontos entre bares, distribuidoras, residências e espaços de festas. Em um deles, no Jadim Monte Líbano, era realizada uma festa clandestina com mais de 100 pessoas entre adolescentes e jovens. Dos presentes, 103 foram multados por não uso de máscara e o local foi interditado. A multa por não uso da máscara é de R$ 111 por pessoa.

Ainda durante a madrugada a força-tarefa encerrou outras 8 festas clandestinas que eram realizadas em diversos bairros da cidade e apreendeu 7 veículos com som automotivo e 2 caixas de som mecânico por perturbação do sossego. As caixas foram apreendidas em uma festa clandestina realizada na Chácara São Pedro. “Dois carros apreendidos no Parque Real causavam perturbação da vizinhança pelo alto volume das músicas e também pela permanência de pessoas nas proximidades”, comentou o sub-coordenador da fiscalização, Delazaro Gomes.

A força-tarefa de fiscalização é formada por agentes da Semma, Vigilância Sanitária, Posturas, Regulação Urbana e Guarda Civil Municipal. “Como temos dito em todas as operações aos finais de semana, a pandemia ainda não acabou. A vacinação tem avançado e os números de casos têm caído, mas se a população não fizer a parte dela os casos vão aumentar e a cidade vai passar por uma nova onda de Covid, o que ninguém quer. Por isso é preciso seguir as regras sanitárias e a força-tarefa tem esse objetivo”, sublinhou o sub-coordenador.

Balanço – De acordo com a força-tarefa, neste fim de semana 126 locais foram vistoriados durante ronda ostensiva ou após denúncias de moradores. Neste pontos 330 pessoas foram multadas por não uso de máscara, 12 veículos com som automotivo e 5 caixas de som mecânico foram apreendidos por perturbação do sossego e encaminhados para o pátio da SEMMA. Dos pontos vistoriados, 10 estabelecimentos foram interditados e multados por promover a aglomeração de pessoas ou por falta de alvará ou documentação necessária para funcionamento. 11 festas clandestinas foram encerradas neste final de semana.

Fiscalização – Caso o morador flagre alguma irregularidade ou descumprimento das regras sanitárias, pode acionar as equipes de fiscalização pelos canais de denúncia: 3545-5992 ou 153; além dos números 3238-7216 ou 98459-1661 para perturbação do sossego público.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s