Pesquisa Toluna mostra que 57% dos internautas mudarão a forma de comemorar o Dia das Mães

Pelo segundo ano consecutivo o Dia das Mães no Brasil será comemorado em meio às restrições sociais causadas pela Covid-19. Em um levantamento realizado pela Toluna, empresa especialista em insights de mercado, 57% dos respondentes farão o festejo de maneira diferente este ano, enquanto outros 33% não mudarão a forma de celebrar. Dos internautas que responderam à pesquisa 50% moram com suas mães e pretendem celebrar a data em casa, com elas. Já 10% dos pesquisados, que não moram na mesma casa, responderam que programaram ir até a casa de suas mães. 8% farão conferências por vídeo, enquanto apenas 1% pretende almoçar fora, em restaurantes.

A mesma pesquisa revelou que 55% dos internautas não estão seguros para comparecer em reunião familiares, enquanto 39% já se sentem bem em comparecer a este tipo de encontro.

Com relação à compra de presentes, esta permanece alta: 81% dos entrevistados afirmaram que compraram ou que pretendem comprar um presente. 8% afirmam que não irão presentear suas mães, enquanto 5% disseram que eles mesmos farão os presentes para elas. Confirmando a tendência de compras online que surgiu com a pandemia, 57% dos internautas pretendem realizar as compras pela internet, enquanto 43% o farão em lojas físicas. Já 16% dos pesquisados disseram que os pedidos da mercadoria serão feitos online, mas comparecerão à loja para retirá-los.

Os itens que ocupam o topo das intenções nas compras de presentes dos internautas são: perfumes (31%), seguidos por roupas (27%), cosméticos (23%), calçados (17%), flores (16%), acessórios (13%), eletrônicos (11%) e celular-smartphones (10%). Quanto ao valor dos presentes: 32% dos pesquisados pretendem gastar entre R$ 100 e 200, enquanto 30% têm como meta gastar entre R$ 50 e 100. Já 27% dos entrevistados pretendem gastar mais de R$ 200 no presente, enquanto 8% calculam que irão gastar até R$ 50.

A data ainda segue com forte apelo emocional e comercial entre os internautas, dividindo opiniões: 54% creem que este dia é especial, 15% veem na data um forte apelo comercial, enquanto 31% acreditam que as duas definições descrevem bem o dia.

A publicidade e a propaganda também confirmam a sua forte influência entre os entrevistados quando o assunto é o dia das mães: 65% dos respondentes da pesquisa dizem já terem comprado presentes influenciados por propagandas ou divulgações em redes sociais. Além disso, 86% dos entrevistados dizem ficar emocionados com propagandas feitas para a data.

Mas, acima de tudo, os internautas brasileiros, apesar da pandemia, mostram-se esperançosos por um futuro melhor: 95% creem que o Dia das Mães será melhor em 2022.

A pesquisa da Toluna foi realizada no dia 04 de Maio de 2021, com 853 pessoas (48% homens, 52% mulheres) das classes A, B e C, segundo critério de classificação de classes utilizado pela ABEP – Associação Brasileira de Empresas de Pesquisa, onde pessoas da classe C2 têm renda média domiciliar de R$ 4.500 por mês. Estudo feito com pessoas acima de 18 anos, de todas as regiões brasileiras, com 3 pontos percentuais de margem de erro e 95% de nível de confiança.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s